Guardanapos Leal é destaque na economia de Piraquara

Hildebrando Reinert comanda uma indústria de sucesso
em Piraquara, que tem o menor PIB per capita do Paraná
Foto: Priscila Forone/ Gazeta do Povo

01/10/2011

 O jornal Gazeta do Povo do dia 29/09/2011 publicou uma matéria dando enfoque nas atividades industriais no município de Piraquara.

Trata-se da série Retratos do Paraná. A iniciativa tem como objetivo montar um painel sobre o desenvolvimento do Estado sob os aspectos econômicos e sociais de diferentes cidades.

Piraquara, uma das áreas abordadas pelo jornal, tem o menor PIB per capita do Paraná e poucas condições para o estabelecimento de uma empresa, devido aos mananciais e outras restrições ambientais. Mesmo assim, a Guardanapos Leal acreditou e está sendo referência ao contribuir para a receita financeira da cidade.

“Para os piraquarenses, além de representar uma oportunidade de emprego, empresas na cidade reduzem problemas sociais como a criminalidade. Logo, o reconhecimento vindo da mídia é importante para o desenvolvimento da Leal e de todos que nela trabalham”, afirma o diretor, Hildebrando Tuca Reinert.

Entenda o que é o PIB per capita

O Produto Interno Bruto (PIB) é a soma de todas as riquezas produzidas no país, estado ou município durante um determinado período. O cálculo é feito em reais ou dólares.

Em 2008, Piraquara teve um PIB de R$ 4.532 contra R$ 94.966 da região de Araucária.

O PIB per capita é o PIB dividido pelo número de habitantes. Esse número serve para relacionar o crescimento da produção com o da população. Através desse cálculo, é possível verificar se na média o município é produtivo.

É possível que o PIB aumente enquanto o PIB per capita diminua. Isso ocorre se a população cresce mais do que a produção num determinado ano.

É importante lembrar que o PIB per capita é apenas uma média, já que a distribuição desse ganho ou perda acontece de forma desigual entre as pessoas. Este efeito não pode ser captado pelo indicador.

Fonte: Gazeta do Povo (29/09/2011)

Para saber mais, clique em Leal na mídia e leia a matéria completa.

(Crédito: M5 Comunicação Integrada)


Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Digg
  • Live
  • Tumblr
  • Add to favorites